Links de Acesso

Governo francês suspende entrada em vigor de impostos sobre combustível


Protestos pararam Paris

Paris "cede" aos coletes amarelos

O primeiro-ministro francês Édouard Philippe anunciou a suspensão por seis meses de aumentos previstos para três impostos sobre combustíveis, em resposta a protestos nacionais contra os altos preços nas bombas e o elevado custo de vida.

“Essa raiva, você precisaria ser surdo ou cego para não vê-la ou ouvi-la”, justificou Philippe, nesta terça-feira, 4, ao anunciar a suspensão da medida que entraria em vigor a 1 de Janeiro.

O chefe do Governo acrescentou que "os franceses que vestiram coletes amarelos querem que os impostos caiam e que o trabalho pague".

"Isso também é o que nós queremos. Se eu não conseguisse explicar isso, se a maioria governista não conseguisse convencer os franceses, então algo precisa mudar”, sublinhou.

A decisão surge depois de um mês de protestos e de um fim de semana marcado pelo caos e violência nas ruas de Paris, com quase duas centenas de detidos, naquele que é considerado a maior manifestação desde 1968.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG