Links de Acesso

Governo e Renamo assinam amanhã acordo de paz definitiva


Filipe Nyusi fez o anúncio durante o discurso sobre o estado da nação

O Governo moçambicano e a Renamo assinam na quinta-feira, 1, o "Acordo para a Paz Definitiva" que pretende colocar um fim aos conflitos entre o exército e o braço armado da antiga guerrilha.

O anúncio foi feito nesta quarta-feira, 30, pelo Presidente Filipe Nyusi durante o discurso sobre o estado da nação na Assembleia da República, em Maputo.

A assinatura do documento, cujas negociações começaram há três anos ainda com o falecido líder da Renamo, Afonso Dhlakama, será assinado em Satungira, na Serra da Gorongosa por, Filipe Nyusi e Ossufo Momade.

Noutros temas, no seu discurso, Nyusi disse que o país ultrapassou os desafios, com apoio de todos que esqueceram as diferenças em prol de um objectivo nacional.

"Moçambique mudou e jamais será como antes, pois entre várias adversidades enfrentadas ao longo dos cinco anos, o Governo conseguiu vencer as questões de fundo que interferiram no crescimento económico", reiterou o Presidente, citando os casos das secas no Sul, as cheias e secas no Centro e Norte do país.

Ele lembrou ainda que o Governo teve de adoptar "medidas excepcionais para salvar vidas e repôr infra-estruturas" devido aos impactos ciclones Idai e Kenneth, tendo o Executivo activou alerta vermelho.

Filipe Nyusi também referiu-se aos ataques que assolam a província de Cabo Delgado que, para ele, "afectam o processo de desenvolvimento à imagem da queda de carvão e alumínio, que encarece exportações".

(Em actualização)

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG