Links de Acesso

Governo da Nigéria suspende Twitter depois da rede ter eliminado um comentário do Presidente


Muhammadu Buhari, Presidente da Nigéria, em Paris, 18 de Maio de 2021

Na quarta-feira, Twitter eliminou um comentário do Presidente Muhammadu Buhari em relação aos independentistas do Biafra

O Governo da Nigéria suspendeu o Twitter por tempo indeterminado depois de, na quarta-feira, 2, aquela rede social ter eliminado um tweet do Presidente Muhammadu Buhari por o considerar “abusivo”.

O comentário do Presidente referia-se aos defensores da independência de Biafra, a quem disse que o Governo "os trataria na linguagem que eles entendem".

O ministro da Informação, Lai Mohammed, justificou a decisão com o facto de, segundo ele, a plataforma estar a ser usada "para actividades que podem minar a existência integral da Nigéria".

"A missão do Twitter na Nigéria é muito suspeita", disse Mohammed e lembrou que no passado o Twitter ignorou tweets "que incitaram as pessoas" contra o Governo nigeriano.

A decisão, no entanto, foi alvo de críticas nas redes sociais e imprensa.

Um utilizador se referiu ao ministro, dizendo "você está usando o Twitter para suspender o Twitter?”.

Na guerra civil de 1967 a 1970 a favor da independência do Biafra, defendida pela etnica Igbo, mais de um milhão de pessoas morreram e o actual Presidente Mouhammadu Buhari participou do lado da sua etnia Fulani.

Nos últimos meses, separatistas pró-Biafra foram acusados de atacar a polícia e sedes do Governo.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG