Links de Acesso

Governo cabo-verdiano prepara plano para a época das chuvas, mas quer mudanças dos agricultores


Gilberto Silva, ministro da Agricultura e Ambiente de Cabo Verde

Distribuição gratuita de ração está colocada de parte

Numa altura em que se caminha para a época chuvosa em Cabo Verde, reina uma grande expectativa depois de o arquipélago ter atravessado em 2017 uma das piores secas dos últimos tempos.

Em entrevista à VOA, o ministro da Agricultura e Ambiente diz que o Governo já está a montar um plano para os diferentes cenários, mas faz votos para que a chuva caia em abundância no presente ano, não só para que haja boa colheita, como também uma excelente produção de pasto para os animais.

Governo cabo-verdiano prepara plano para a época das chuvas, mas quer mudanças dos agricultores - 2:47
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:37 0:00

Devido à seca, o Executivo tem em acção um plano de salvamento de gados e criação de postos de trabalho para as famílias agrícolas afectadas, que tem sido alvo de alguma contestação, mas que o ministro considera estar a funcionar dentro da normalidade.

Gilberto Silva entende que possa haver algumas dificuldades ultrapassáveis, mas discorda da ideia manifestada por algumas pessoas da possibilidade de o Governo fazer a distribuição gratuita da ração para a alimentação dos animais.

O governante afirma que “o país não está em condições de implementar a politica de assistencialismo”, pelo considera importante os criadores também contribuírem na compra da ração.

Por outro lado, Gilberto Silva advoga a necessidade dos criadores “reduzirem o número de animais, permitindo a concentração de esforços na preservação dos jovens produtores”.

Vinhas do Fogo
Vinhas do Fogo

Sobre essa questão, o agricultor e criador de gado, Fernando Garcia da Veiga considera que o fundamental agora é “promover a campanha para o salvamento de animais e não a venda dos mesmos”.

Ainda assim, o agricultor reconhece que tem havido falhas no que concerne à conservação de pasto em anos que chove com regularidade, postura que em seu entender, “deve ser mudada para não se voltar a sofrer tanta penúria como está a acontecer neste momento”.

Por outro lado, o ministro realça a importância da mudança de procedimento na forma como se pratica a agricultura em Cabo Verde.

Para o governante, um país não pode dar-se ao luxo de utilizar o sistema de rega que gaste muito, “quando o gota-a-gota é eficaz, já que se utiliza menos quantidade do precioso liquido.

Em matéria dos recursos hídricos, o ministro da agricultura considera que o arquipélago precisa ainda de realizar muitos investimentos, destacando a necessidade da dessalinização da água.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG