Links de Acesso

Governador do Uíge promete responsabilizar autores de desvio de 200 milhões de kwanzas


Professores manifestam-se no Uíge, Angola

José Carvalho da Rocha diz ver com bons olhos actividade de grupos de pressão sobre o Governo

Mais de um mês após uma marcha de professores na província angolana do Uíge a reclamar o pagamento de subsídios de exames de 2019, o governador anunciou para breve a responsabilização criminal dos supostos indivíduos envolvidos no desvio de mais de 200 milhões de kwanzas destinados ao pagamento daquela dívida.

O anúncio foi feito por José Carvalho da Rocha durante um encontro com activistas cívicos realizado no fim semana, no qual também foram abordados outros assuntos.

Governador do Uíge promete responsabilizar autores de desvio de 200 milhões de kwanzas - 3:00
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:33 0:00

“Colocamos a questão da Educação no Uíge, a situação dos desconto dos professores admitidos em 2018, por outro a questão dos subsídios de exame de 2019 que nunca foram pagos, e o governador disse que vai trabalhar na medida do possível para se pagar os dinheiros e depois a responsabilização das pessoas que desviaram o dinheiro”, disse à VOA o activista Guimarães Canga, conhecido por Libertador de Mentes Aprisionadas.

Também presente no encontro, o activista Leu Paxe Kenyata revelou terem sido apresentadas questões ligadas a violações de direitos humanos e liberdade de reunião e de manifestação na província.

Kenyata afirmou que “o governador disse que essa situação agora estará ultrapassada e, segundo ele, é dessa forma que se deve construir um determinado país, porque os movimentos de pressão vêm para influenciar o Governo para tornar o mesmo mais forte”.

O encontro decorreu à porta fechada e o governador não se pronunciou.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG