Links de Acesso

George Weah promete lutar contra a corrupção, mais emprego e mais educação na Libéria

  • Redacção VOA

George Weah (esq) e Johnson Sirleaf (dir) no Estádio Samuel Doe

Antiga estrela do futebol mundial toma posse como Presidente

George Weah foi empossado nesta segunda-feira, 22, Presidente da Libéria, na primeira transferência de poderes entre dois presidentes eleitos democraticamente no país em 74 anos.

Weah, de 51 anos, prestou juramente perante cerca de 35 mil pessoas, entre elas vários presidentes do continente, como Jorge Carlos Fonseca, de Cabo Verde, no estádio Samuel Kanyon Doe, em Monróvia.

No seu discurso, ele agradeceu a presidente cessante Ellen Johnson Sirleaf por "sentar as bases sobre as quais agora podemos ficar em paz" e disse que a sua prioridade é lutar contra a corrupção.

Em 2005, ele já tinha concorrido contra a presidente Johnson Sirleaf mas perdeu, tendo sido eleito senador em 2015, pelo Congresso por Mudança Democrática desde 2015.

“Rei George”, como é chamado principalmente pelos jovens, entre os quais é muito popular, prometeu lutar contra a corrupção, a sua principal prioridade.

A influente senadora Jewel Howard-Taylor, eleita vice-presidente de Weah, ex-esposa do chefe de guerra e presidente Charles Taylor (1997-2003), também prestou juramento, apesar de muitos observadores duvidarem do seu desempenho.

"Passei muitos anos da minha vida nos estádios, mas o que sinto hoje é incomparável", disse Weah, depois de prestar juramento.

"Unidos, temos a certeza de alcançar o sucesso como uma nação. Divididos, temos a certeza do fracasso", advertiu, referindo-se à guerra civil.

George Weah anunciou como prioridade do seu Governo a luta contra a corrupção e prometeu emprego e educação.

No evento estiveram presentes amigos e antigos jogadores de futebol de Weah, ex-estrela do Mónaco, Chelsea, Paris-Saint-Germain e AC Milan.

George Weah venceu o vice-presidente Joseph Boakai numa renhida eleição presidencial

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG