Links de Acesso

Futebol: Mauro Bellugi morreu depois de duas pernas amputadas, devido à Covid-19


O defesa italiano Mauro Bellugi (esq) disputa a bola com o avançado francês Bernard Lacombe (dir) no Mundial de 1978

O ex defesa da Itália e do Inter de Milão, Mauro Bellugi, morreu neste sábado, 20 de Fevereiro, meses depois das suas duas pernas terem sido amputadas devido a complicações com o coronavírus.

"Hoje ele nos deixa, um grande homem, um grande jogador de futebol, um verdadeiro 'Interista'. Descanse em paz Mauro Bellugi", escreveu o Inter de Milão no Twitter após a morte de Bellugi em Milão, ele tinha 71 anos.

Os médicos foram forçados a realizar a amputação dupla em Novembro, quando uma condição pré-existente piorou depois que o ex defesar foi hospitalizado devido à Covid-19.

"Exactamente um ano após o primeiro caso de Covid na Itália, Mauro Bellugi nos deixa", escreveu o presidente da região da Lombardia, Attilio Fontana, neste sábado, no Facebook.

"Cicatrizado pelo vírus, o jogador nacional e do Inter tentou reagir a uma complicada situação de saúde com a sua força e ironia de costume. Uma oração e um pensamento pelos entes queridos."

Bellugi conquistou o título da Série A com o Inter em 1971 e também jogou pela Itália nos Mundiais de 1974 e 1978.

"Eles tiraram a minha perna com a qual marquei contra o Borussia Moenchengladbach", disse Bellugi no momento da amputação, falando sobre um golo que ele marcou pelo Inter na segunda rodada da Copa da Europa em Novembro de 1971.

"Usarei próteses como as de (Oscar) Pistorius."

Bellugi, que também jogou pelo Bologna e Napoli durante as décadas de 1960 e 1970, tornou-se um especialista em futebol.

AFP

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG