Links de Acesso

Furacões atingem a Costa do Golfo dos EUA


Salinas, Porto Rico, marcas da passagem de Laura.

Marco se tornou furacão no Golfo do México, neste domingo, 23, em direção à costa da Louisiana. A tempestade tropical Laura atingiu a República Dominicana e o Haiti e atingiu a mesma parte da costa dos EUA, também como um potencial furacão.

Seria a primeira vez que dois furacões se formariam no Golfo do México simultaneamente, de acordo com registos que datam de, pelo menos, 1900, disse o pesquisador de furacões da Universidade Estadual do Colorado, Phil Klotzbach.

O Centro Nacional de Furacões National Hurricane Center disse que Marco estava a cerca de 300 milhas (480 quilómetros) a sul da foz do rio Mississippi e dirigindo-se ao norte-noroeste a 14 milhas por hora (22km/h), com ventos de 75 milhas por hora (120km/h). O centro alertou para a ocorrência de tempestades com risco de vida e ventos com força de furacão ao longo da costa do Golfo.

Porto Rico, 22 de agosto
Porto Rico, 22 de agosto

Autoridades de proteção civil haitiana disseram ter recebido relatos de que uma menina de 10 anos morreu quando uma árvore caiu, numa casa na cidade costeira de Anse-a-Pitres, na fronteira com a República Dominicana. Foi a primeira morte relatada na tempestade.

Centenas de milhares ficaram sem energia na República Dominicana, pois os dois países da ilha de Hispaniola sofreram fortes inundações.

Um alerta de furacão foi emitido para a área metropolitana de Nova Orleans, atingida pelo furacão Katrina, em agosto de 2005.

Laura estava centrada a cerca de 95 milhas (155 quilómetros) da ponta leste de Cuba na manhã de domingo, com ventos máximos de 50 mph (85 km / h).

Equipas com megafones na capital dominicana de Santo Domingo instaram dezenas de residentes em áreas sujeitas a inundações a evacuar antes que as fortes chuvas de Laura chegassem. A tempestade deixou mais de 100 mil pessoas sem água na República Dominicana, na noite de sábado, enquanto antes ela quebrou árvores e cortou a energia de mais de 200 mil pessoas no vizinho Porto Rico.

A previsão era de atingir Cuba na noite de domingo ou segunda-feira.

As autoridades em Florida Keys, que Laura pode atravessar na sua rota para o Golfo, declararam estado de emergência local e emitiram uma ordem de evacuação obrigatória para todos que vivem em barcos, casas móveis e campistas. Os turistas em hotéis foram alertados para estarem cientes das condições climáticas perigosas e considerar mudar os seus planos a partir de domingo.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG