Links de Acesso

Guiné-Bissau: Funcionários da Administração Pública iniciam greve terça-feira


Aristides Gomes enfrenta primeira greve

União Nacional dos Trabalhadores da Guiné-Bissau exige reajuste salarial

A União Nacional dos Trabalhadores da Guiné-Bissau (UNTG) anunciou o início de uma greve geral na terça-feira, 12, para exigir o reajuste salarial dos funcionários da Admnistração Pública.

Em comunicado divulgado nesta segunda-feira, 11, a central sindical indica que a paralisação terá a duração de dois dias e que se reserva o “direito de mobilizar os trabalhadores para desencadear uma greve semanal e sucessivamente até que seja tomada uma posição a favor dos trabalhadores”.

A UNTG quer que o Governo comece a aplicar a grelha salarial já promulgada pelo Presidente da República.

Aquela central ainda pede ao Governo que tome “medidas sérias e urgentes tendo em consideração o compromisso assumido”.

Recorde-se que uma greve semelhante foi realizada de 7 a 9 de Maio, com uma adesão, segundo a UNTG, de 85 por cento dos funcionários do Estado.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG