Links de Acesso

Forças moçambicanas capturam líder do grupo acusado de atacar aldeias no norte, diz agência


Mocímboa da Praia, um dos alvos dos ataques

Agência Bloomberg diz que Abdul Raim é lider do grupo denominado Ahlu Sunnah Wa-Jama

As forças de segurança de Moçambique atacaram a base de um grupo radical no no norte na semana passada, tendo capturado o suposto líder do grupo e morto pelo menos quatro pessoas.

A notícia foi avançada na segunda-feira, 20, pela agência de notícias Bloomberg, que cita três pessoas ligados ao tema

O ataque ocorreu no dia 16 perto da aldeia de Pundanhar na província de Cabo Delgado, nas redondezas do rio Rovuma que separa Moçambique e Tanzânia, disseram as mesmas fontes que pediram o anonimato por não estarem autorizadas a comentar publicamente sobre uma operação que ainda está em andamento.

O suposto líder foi identificado como sendo Abdul Raim, e o grupo denominado Ahlu Sunnah Wa-Jama, que significa “seguidores da tradição profética” em árabe.

O grupo é acusado de realizar ataques no norte de Cabo Delgado desde Outubro de 2017, tendo morto dezenas de pessoas, queimado centenas de casos e obrigado as pessoas a fugirem das duas aldeias.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG