Links de Acesso

FMI elogia progressos em Moçambique


Fundo aplaude “os planos das autoridades para elaborar diagnóstico exaustivo dos desafios de governação e corrupção.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) elogiou os progressos que Moçambique regista nas negociações com os credores da dívida pública e na transparência fiscal, mas não indicou quando é que poderá haver um empréstimo ao país.

FMI elogia progressos em Moçambique
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:42 0:00

O FMI e outros parceiros internacionais suspenderam o apoio ao Orçamento de Estado de Moçambique, na sequência da descoberta das chamadas dívidas ocultas.

O representante do FMI em Moçambique, Ari Aisen, diz que avanços no processo de paz e políticas governamentais são factores positivos e constituem uma grande oportunidade para o país se desenvolver.

Ao intervir na apresentação do relatório "Pespectivas Económicas para África subsahariana, na terça-feira, em Maputo, Aisen destacou que a economia moçambicana está a recuperar em vários sectores de actividade.

Ari Aisen acrescentou que o crescimento do Produto Interno Bruto moçambicano poderá atingir os 4,7 por cento em 2019, fundamentalmente impulsionado pelos investimentos no sector do gás e pela manutenção da paz, entre outros factores.

Num comunicado divulgado nesta quarta-fera, 21, em Washington, o FMI diz saudar “o forte empenho do Governo de reforçar a estabilidade macroeconómica através da consolidação fiscal, de políticas monetárias e financeiras restritivas, e da adopção de reformas com vista à melhoria do ambiente de negócios, bem como da governação e da transparência".

O chefe da missão do Fundo que terminou na terça-feira, 20, Ricardo Velloso espera que “o PIB real venha a crescer de 4 por cento a 4,7 por cento, suportado pelos esforços sustentados de criação de uma paz duradoura, de um relaxamento gradual das condições monetárias, da regularização dos pagamentos internos em atraso junto de fornecedores, e do maior investimento directo estrangeiro".

Noutro ponto, o FMI também aplaude “os planos das autoridades para elaborar, com a assistência técnica do FMI, um diagnóstico exaustivo dos desafios de governação e corrupção.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG