Links de Acesso

Fluxo de imigrantes cubanos para os Estados Unidos sofre grande redução

  • Redacção VOA

Fim da política de asilo ditou forte redução

O número de imigrantes cubanos que chegam aos Estados Unidos em viagens perigosas por terra ou mar diminuiu consideravelmente desde o fim de uma política preferencial norte-americana de asilo que os beneficiava.

A Guarda Costeira dos EUA, citada pela Reuters, disse ter interceptado 49 cubanos no litoral da Flórida em Fevereiro e Março deste ano, contra 407 no mesmo período de 2016.

Agora os dominicanos representam o grosso dos imigrantes interceptados na costa da Flórida, que antes era de cubanos.

Apenas 68 deles chegaram a portos de entrada ao longo da fronteira entre os Estados Unidos e o México em Fevereiro e Março para fazer alegações críveis de medo de voltar à terra natal, de acordo com as autoridaes americanas.

No mesmo período do ano passado, a cifra de cubanos que chegaram a estes portos foi de 11.892.

Eles procuravam ajuda ao abrigo da política "pé molhado, pé seco", que permitia que qualquer cubano que aportasse em solo norte-americano ficasse, mas repatriava aqueles apanhados no mar.

A 12 de Janeiro, o Governo do ex-presidente Barack Obama revogou o tratamento especial como parte da normalização das relações em curso entre os ex-inimigos da Guerra Fria.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG