Links de Acesso

Flórida: Número de mortes devido ao furacão Michael deverá aumentar


Residente de Mexico Beach após a destruição do furacão Michael

O número de mortes causado pelo furacão Michael deve aumentar neste fim-de-semana, já que centenas de pessoas não foram encontradas na área de Panhandle, na Flórida, onde muitas comunidades continuam incomunicáveis e no escuro.

Na manhã deste Sábado, 13 de Outubro, autoridades estaduais informaram que pelo menos 18 pessoas morreram na Flórida, Geórgia, Carolina do Norte e Virgínia.

Devido à quebra de energia e da comunicação por telefone, as equipas de resgate batem de porta em porta e usam cães farejadores, drones e equipamentos pesados para procurar sobreviventes entre os escombros em Mexico Beach e noutras comunidades costeiras da Flórida, como Port St. Joe e Panama City.

O administrador da Agência Federal de Gestão de Emergências, Brock Long, disse que algumas das áreas mais atingidas ainda não tiveram a acção das equipas de resgate e que por isso é possível que o número de fatalidades vá aumentar.

A rede voluntária de busca e resgate CrowdSource Rescue, com sede em Houston, informou que as suas equipas estão a tentar encontrar cerca de duas mil e cem pessoas que estão desaparecidas ou que precisam de ajuda na Flórida-

O Michael atingiu o solo perto de Mexico Beach, na Florida Panhandle, na Quarta-feira, 10 de Outubro, como uma das tempestades mais fortes da história dos EUA, com ventos de até 250 km por hora. Ele empurrou uma parede de água do mar para o interior, causando inundações generalizadas.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG