Links de Acesso

Ferroviário da Beira diz adeus à BAL somando quarta derrota


Jogador moçambicano pronto para encestar após sofrer falta, durante o jogo da BAL Ferroviário da Beira vs Rwanda Energy Group. Beira perdeu e está fora da competição

O Ferroviário da Beira falhou o acesso aos quartos-de-final da Basketball Africa League (BAL) ao somar a sua quarta derrota na competição, tendo perdido na noite desta terça-feira, 15 de Março, o jogo que disputou com o Rwanda Energy Group (REG) que venceu por 89-94.

O REG termina a Conferência Sahara em primeiro lugar após registar a excelente marca de quatro vitórias e uma derrota, garantindo presença nos “play-off”que terão lugar precisamente em Maio, em Kigali, a capital ruandesa.

Para o jogo da última jornada da fase regular da prova, já se sabia que o Ferroviário da Beira tinha hipóteses reduzidas para assegurar a qualificação para a segunda etapa da prova, enquanto o REG do Ruanda chegou motivado após vencer o US Monastir da Tunísia, finalista da primeira edição.

A partida iniciou com relativo equilíbrio, com o primeiro quarto a terminar com três pontos a separarem as duas equipas, ou seja 17-20 favorável ao REG.

Nos dez minutos seguintes, os ruandeses continuaram a equipa mais esclarecida na quadra, tanto ofensivamente como defensivamente, o que permitiu esticar a diferença pontual para dez, ou seja 38-48.

Depois do descanso o Ferroviário da Beira procurou reverter a desvantagem, tendo conseguido um parcial de 23-18, mas continuou insuficiente para assumir o comando da marcha do marcador que no final do terceiro quarto indicava 61-66.

No último quarto, os representantes moçambicanos melhoraram ofensivamente, mas receberam pronta resposta da equipa do Ruanda que reagiu da linha dos três pontos, com Jean Jacques Nshobozwabyosenumukiza a se destacar com um excelente registo de 8 triplos marcados em 11 lançados, perfazendo um total de 28 pontos e 3 ressaltos em todo jogo, sendo bem secundado por Cleveland Thomas Jr. que contribuiu com 21 pontos e 12 assistências, com Dieudonne Ndayisaba Ndizeye a alcançar outro duplo, ou seja 21 pontos e 13 ressaltos, contribuindo para a vitória por 89-94 e assegurando a primeira posição da Conferência Sahara.

Com 17 pontos cada um, Helton Ubisse (6 ressaltos e 1 assistência) e Ayade Munguambe (4 ressaltos) foram as duas unidades que disfarçaram a pobre qualidade do jogo do Ferroviário da Beira que terminou o jogo com 13 perdas de bola (turnovers) e 33% (7 em 21) nos lançamentos dos três pontos, contra 55 % (20 em 36) nos lançamentos triplos alcançados pelos ruandeses.

O Ferroviário da Beira terminou a sua participação na prova com um registo de uma vitória e quatro derrotas, não superando o Ferroviário de Maputo que na primeira edição da liga profissional continental conseguiu apurar-se para os quartos-de-final da prova.

Ferroviário da Beira está pronto para representar Moçambique na BAL
please wait

No media source currently available

0:00 0:03:41 0:00

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG