Links de Acesso

FBI detém homem ligado a envio de pacotes com explosivos


Carro terá sido usado pelo suspeito

Cesar Sayoc vive em Aventura, no condado de Miami, e tem 56 anos

A polícia de investigação dos Estados Unidos, FBI, deteve nesta sexta-feira, 26, um homem alegadamente relacionado com a onda de pacotes com explosivos enviados a várias personalidades dos Partido Democrata e críticos da Administração Trump.

O Presidente Donald Trump confirmou há momentos a prisão sem dar mais detalhes.

Fontes da investigação revelaram, sob anonimato, que o homem chama-se Cesar Sayoc, tem 56 anos, vive em Aventura, no condado de Miami, e que tem ligações com Nova Iorque.

A imprensa americana adianta que Sayoc é filiado do Partido Republicano, trabalha numa loja de reparação de automóveis e, em 2002, foi detido por ter, alegadamente, feito ameaças com engenhos explosivos.

Em declarações na Casa Branca, o Presidente Donald Trump reiterou que, citamos, “esses actos terroristas são desprezíveis e não têm lugar no nosso país”, e garantiu que existirá “uma justiça certa e rápida” e que “ele, ela ou eles vão ser julgados até às últimas consequências”, fim de citação.

Hoje, o FBI informou ter encontrado mais dois pacotes com explosivos destinados ao senador democrata por Nova Jérsia, Cory Booker, e ao antigo director do Serviço de Inteligência Nacional, James Clapper, actualmente comentador da CNN.

O pacote com destino ao senador Booker foi encontrado nos correios de Opaloka, na Flórida, de onde terão sido enviados, segundo a imprensa, 7 dos 10 pacotes enviados nos últimos dias.

O antigo Presidente Barack Obama, a ax-candidata presidencial e antigo secretária de Estado Hillary Clinton, o antigo vice-presidente Joe Biden, o antigo director da CIA John Brennan e o bilionário e importante financiador do Partido Democrata, George Soros, estão entre as pessoas que receberam pacotes com explosivos.

O FBI indicou que as investigações continuam.

O actor Robert de Niro, um dos visados dos envelopes com engenhos explosivos improvisados, agradeceu às forças de autoridade o trabalho realizado e disse haver "algo mais poderoso do que bombas, vosso voto".

"As pessoas devem votar”, indicou, num curto comunicado enviado através do seu representante, Stan Rosenfield.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG