Links de Acesso

Fazenda da Esperança traz nova vida a tóxico dependentes


Mais de 300 jovens e adultos e toxicodependentes de ambos sexos de várias províncias de Angola foram reabilitados no centro de acolhimento “Fazenda da Esperança” da missão católica Vavayela na provincial do Huambo.

Fazenda da esperança traz esperança aos toxico dependentes - 2:19
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:19 0:00

O responsável da instituição, padre João Paulo Faria, disse que mais de 30 mil pessoas de várias idades já passaram pela instituição implantada no município de Catchiungo em 2011.

“A Fazenda Esperança é um centro de reabilitação, tanto para parte masculina, quanto para a parte feminina. Nós trabalhamos na reabilitação de jovens e adultos que estão envolvidos no mundo da droga, no mundo do álcool e outros vícios”,disse..

Grupos de apoio a “Fazenda da Esperança” estão em funcionamento nas provinciais de Luanda, Huambo, Benguela, Huíla e Malanje. Desta última saírem quatro jovens agora livres das drogas e outras substancias entorpecentes.,

Trabalho, convivência e espiritualidade é slogan da “Fazenda da Esperança” onde esteve durante um ano o Emílio Nicolau Manuel, residente da cidade de Malanje.

“Entrei na Fazenda da esperança em 2013 e sai em 2014 e até Agosto deste ano (2019) completarei cinco anos livre do mundo das drogas, concretamente o álcool, mais um ano a caminho de seis (anos),”, justificou.

O processo de reabilitação conta com apoio das famílias de acordo com a respectiva situação financeira.

A responsável da ala feminina da instituição, madre Maria Matreque, moçambicana de gema, disse que a ala só ser oficialmente inaugurada no final de Março mas que sete meses depois da abertura o desafio é enorme havendo raparigas que se encontram lá desde a sua abertura.

Matreque disse que a instituição adquiriu uma cidade em Catchiungo

A “Fazenda da Esperança”, uma iniciativa brasileira que se espalhou em 22 países com 140 unidades, constituindo uma das maiores comunidades de recuperação da América Latina, e no mundo, aguardando pela abertura de mais 50 grupos.

Em África está representada em Angola, África do Sul, Cabo-verde, Moçambique e Quénia.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG