Links de Acesso

Faustino Imbali promete realizar eleição e combater tráfico de droga na Guiné-Bissau


José Mário Vaz deu posse a novo primeiro-ministro

O Presidente guineense José Mário Vaz empossou no final desta terça-feira, 29, Faustino Imbali no cargo de primeiro-ministro, mesmo depois do cessante Aristides Gomes ter afirmado que só deixará a chefia do Executivo “se for pela força”.

No seu discurso de posse, Imbali, que é dirigente do Partido da Renovação Social (PRS), terceiro partido mais votado nas legislativas de 10 de Março,apontou como prioridades do seu Executivo a realização das eleições presidenciais de 24 de Novembro e a luta contra o tráfico de droga e a corrupção no Estado e demais actividades criminosas.

“Eleições por imperativo da nossa função como Chefe de Governo, seremos intimados a organizá-las com maior isenção possível, transparência, imparcialidade, liberdade, sapiência e sempre imbuídos de sentido de Estado e de responsabilidade, tendo o diálogo como palavra de ordem no próximo relacionamento do Governo com partidos políticos, bem como com os candidatos às presidenciais”, afirmou Faustino Imbali, que reconhece que o país “apresenta uma situação política, económica e social bastante débil” e com um impacto “ extremamente negativo na vida das populações”.

Ele ainda prometeu investigar as circunstâncias da morte de uma pessoa durante a manifestação pacífica do passado sábado, 26, em Bissau, organizada pela oposição.

Formado em sociologia, Faustino Fudut Imbali é investigador do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa e dirigente do PRS.

Imbali é muito próximo do presidente do PRS, Alberto Nambeia, tendo sido ministro dos Negócios Estrangeiros no Governo de transição de 2012 a 2013.

Ele exerceu ainda as funções do vice-primeiro-ministro e de primeiro-ministro no Governo dos renovadores entre 2000 e 2002.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG