Links de Acesso

Familiares dos activistas Cassule e Kamulingue preparam manifestação junto da PGR


Activistas foram mortos em 2012 pelos serviços secretos

Estado não cumpriu sentença do tribunal para indemnizar as respectivas famílias

Os familiares dos activistas angolanos Isaías Cassule e Alves Kamulingue, assassinados pelos serviços secretos em 2012, dizem-se agastados com a falta de cumprimento por parte do Estado da decisão do Tribunal, que ordenou a sua indemnização, e decidiram manifestar-se junto da Procuradoria-Geral da República (PGR).

Familiares dos activistas Cassule e Kamulingue preparam manifestação junto da PGR - 2:05
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:05 0:00

"A PGR não está interessada neste assunto, agora vamos tomar outras medidas e vamos manifestar junto à PGR e apelar ao Presidente da República que resolva o problema”, disse à VOA Horácio Essule, pai de Alves Kamulingue.

A data da manifestação é mantida em segredo, segundo, Veloso Cassule, o irmão de Isaías Cassule.

"Vamos vestir-nos de luto e levar caixas (urnas) à PGR a exigir que resolva os pendentes", prometeu.

Os dois activistas foram mortos em Maio de 2012 por agentes dos serviços secretos.

Em 2014, o tribunal decidiu pela prisão dos responsáveis e a respectiva indemnização às famílias das vítimas, mas até agora não obtiveram qualquer resposta do Estado.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG