Links de Acesso

Família de secretário juvenil do BD acusa governador de ordenar a prisão Joaquim Lutambi


Caso continua no tribunal

Advogado diz aguardar decisão ao pedido de liberdade provisória

O secretário da Juventude do Bloco Democrático (BD), Joaquim da Costa Zangui, mais conhecido por Joaquim Lutambi, acusado pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC) de ser o mandante de queima de carros e de pertencer a uma organização criminosa na província angolana do Kwanza Norte, está detido desde o dia 12 de Agosto.

A família denuncia a falta de assistência médica, enquanto o advogado de defesa diz estar à espera da decisão do tribunal provincial a um pedido de liberdade provisória.

Dirigente do BD em mau estado de saúde na prisão - 2:13
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:13 0:00

Infecção na pele, dores de coluna e dificuldades de respiração são alguns dos problemas de saúde que Joaquim Lutambi enfrenta, segundo o irmão mais velho, Alberto da Costa Zangui.

“A cadeia nega a prestar assistência ao meu irmão”, denuncia Zangui, que acusa o governador do Kwanza Norte, José Maria Ferraz dos Santos, de ter orientado a detenção de Joaquim Lutambi.

“Sabemos que houve uma orientação do governador do Kwanza Norte José Maria Ferraz dos Santos”, garantiu.

A VOA contactou Mayama Salazar, director do Gabinete Institucional do Governo de Kwanza Norte, que negou prestar qualquer esclarecimento.

Entretanto, o advogado de Joaquim Lutambi, Domingos Tuaila Zumba, disse estar optimista quanto à libertação provisória de Lutambi, “cujo pedido foi feito ao juiz presidente do tribunal provincial do Kwanza Norte”.

A VOA contactou o porta-voz dos Serviços Penitenciários, Menezes Cassoma, para obter alguma reacção, mas sem sucesso.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG