Links de Acesso

Explosão em Mesquita no Bangladesh mata pelo menos 16 pessoas


Caixões das vítimas de explosão em Mesquita em Dhaka, 5 setembro, 2020

Pelo menos dezesseis pessoas morreram e outras dezenas sofreram queimaduras graves numa explosão, possivelmente devido a uma fuga de gás, numa mesquita perto da capital do Bangladesh, disse a polícia neste sábado.

Fiéis participavam das orações noturnas na sexta-feira, quando a explosão causou uma bola de fogo na mesquita, segundo os serviços de emergência.

Os investigadores suspeitam que uma faísca causada por um ar condicionado após uma falha de energia tenha causado a fuga de gás.

"Houve uma fuga de gás na mesquita", disse à AFP Abdallah Al-Arefin, chefe dos bombeiros de Narayanganj, onde ocorreu a tragédia, na região da capital Dhaka.

“Quando eles fecharam as janelas e portas e ligaram os ar-condicionados, houve uma faísca elétrica que causou a explosão dentro da mesquita”, acrescentou.

Além dos 16 mortos, 37 pessoas estão em estado "crítico" e foram internadas num hospital especializado em queimaduras em Dhaka, de acordo com Samanta Lal Sen, porta-voz do estabelecimento.

Ele acrescentou que todos sofriam de queimaduras entre 70 e 80 graus.

A polícia disse que pelo menos 45 pessoas ficaram feridas na explosão.

Os incêndios são comuns no Bangladesh, devido à má aplicação das normas de segurança, e ceifam centenas de vidas todos os anos.

Em fevereiro de 2019, 78 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas no incêndio num edifício histórico da época do Império Mogol, num antigo distrito de Dhaka.

Em novembro de 2012, pelo menos 111 pessoas morreram num incêndio em uma fábrica de roupas destinada à venda em países ocidentais, um dos piores desastres do tipo no país.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG