Links de Acesso

Exército moçambicano diz ter abatido 20 terroristas em Cabo Delgado


Tropas presentes na vila de Mocímboa da Praia, Cabo Delgado, Moçambique

Combates duraram três dias na ilha de Matemo

O exército moçambicano revelou ter morto 20 terroristas em três dias de combates na ilha de Matemo, na província de Cabo Delgado.

A informação foi avançada nesta terça-feira, 22, por Joaquim Mangrasse, comandante do Estado-Maior-General das Forças Armadas de Defesa de Moçambique, quem revelou também a morte de quatro dos seus homens.

“As baixas que o inimigo teve aqui são significativas, mas nós não vamos perder o nosso foco, que é criar segurança no nosso país, respeitando os direitos humanos”, acrescentou Mangrasse, comandante do Estado-Maior-General das Forças Armadas de Defesa (FDS) de Moçambique.

Ainda segundo a mesma fonte, as FDS apreenderam e destruíram seis embarcações que forneciam alimentos aos terroristas no distrito de Macomia.

As FDS, com a ajuda de cerca de dois mil homens do Ruanda e um contingente semelhante da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral, SAMIM, nas suas siglas em inglês, combatem os insurgentes que se dizem afiliados ao grupo Estado Islâmico e que desde Outubro de 2017 aterrorizam a província de Cabo Delgado.

Dados de diversas fontes apontam para mais de três mil pessoas assassinadas e mais de 850 mil deslocadas e muitas infraestruturas destruídas.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG