Links de Acesso

Exército dispara contra manifestantes e deixa 13 mortos


Nações Unidas e Estados Unidos pedem suspensão da repressão

No Sudão, pelo menos 13 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas nesta segunda-feira, 3, na capital Cartum, em confrontos entre manifestantes e forças de segurança na capital, numa alegada tentativa do exército de dispersar manifestantes que continuam a exigir a devolução do poder a um Governo civil.

O Conselho Militar de Transição recusa as acusações, apesar da condenação internacional.

Explosões continuam a ser sentidas em Cartum no momento em que a Alta Autoridade para os Direitos Humanos das Nações Unidas Michelle Bachellet pediu ao Conselho Militar de transição que retenha o exército nos quartéis, para que os feridos sejam atendidos.

A embaixada americana em Cartum também pediu a suspensão dos ataques do exército contra os manifestantes.

No domingo, os profissionais da comunicação saíram às ruas a favor da liberdade de imprensa e contra o encerramento da delegação da cadeia televisa Al-Jazzera, mas

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG