Links de Acesso

Estrangeiros condenados por tráfico de droga em Bissau


Dois nigerinos e um senegalês apanham até 15 anos de prisão

O Tribunal Regional de Bissau, Guiné-Bissau, condenou dois nigerinos e um senegalês a penas de prisão de 14 e 15 anos por tráfico de droga.

Eles foram detidos no âmbito da operação “Carapau” com 789 quilos de cocaína pura a 9 de Março de 2019, véspera das eleições legislativas.

Na altura, a PJ informou que a droga seguia num camião e escondida num fundo falso, em vários sacos de 30 quilos, juntamente com peixe, e que estaria a caminho do Mali.

O camião é propriedade de um elemento associado à rede al-Qaida do Magrebe Islâmico (Alqmi), num armazém perto da capital.

Um dos nigerinos condenados é assessor do presidente do Parlamento.

A sentença, que foi divulgada no fim de semana, não se refere aos guinenses detidos na operação, mas uma fonte do processo adiantou que ainda não foram julgados.

XS
SM
MD
LG