Links de Acesso

Estrada Tica-Búzi reaberta ao trânsito


Distrito de Buzi, um dos mais afectados pela Idai

Em Moçambique, reabriu nesta quarta-feira, 3, a importante via de acesso que estava interrompida há 19 dias em consequência dos estragos causados pelo ciclone Idai e por chuvas fortes e cheias, a estrada Tica-Búzi, na província central moçambicana de Sofala.

A estrada é fundamental para permitir a assistência mais facilitada às vítimas da calamidade que se abateu sobre o país nas últimas semanas e que já fez 598 mortos

Tomé José, administrador do Distrito de Nhamatanda
Tomé José, administrador do Distrito de Nhamatanda

Tomé José, administrador de Nhamatanda, diz que agora vai ser possível fazer chegar, mais facilmente e em maior volume, toda a ajuda necessária para assistir a população afectada no distrito do Búzi, estimada em cerca de 97 mil pessoas.

A administradora do Distrito, Bernardete Roque, diz que uma acção urgente será a retirada de pelo menos 17 mil pessoas de zonas de risco, para locais mais seguros.

Bernardete Roque, administradora do Distrito de Búzi
Bernardete Roque, administradora do Distrito de Búzi

A administradora de Búzi acrescentra que há parceiros que já estão a disponibilizar materiais que irão permitir que se faça uma reconstrução provisória das habitações dessas pessoas e que uma das prioridades, no futuro, será a construção de um hospital distrital.

Em Nhamatanda, onde morreram 112 pessoas vítimas das calamidades, há ainda zonas inacessíveis, por estrada, e pelo menos 30 pessoas dadas como desaparecidas.

Saiba mais em Especial Ciclone Idai

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG