Links de Acesso

Estados Unidos vão reduzir presença militar em África


AFRICOM

Os Estados Unidos vão retirar centenas de soldados estacionados em Africa e reduzir o número de operações especiais em que as forças armadas estão envolvidas no continente., anunciou o General Thomas Waldhauser que dirige o Comando Africano, Africom.

Numa entrevista ao New York Times o general disse que o seu plano é o de simplificar a capacidade das forças americanas combaterem ameaças em redor do mundo e não significam uma retirada de África.

Todos os comandantes regionais vão apresentar planos de redução que visam concentrar os planos militares em como fazer face ao é que visto como a crescente ameaça da Rússia, China, Irão e Coreia do Norte

Entidades do Departamento de Defesa disseram que a maioria das reduções em tropas e missões vai ocorrer na Africa Central e Ocidental onde membros de Operações Especiais tem estado envolvidos no treino de forças militares de países desasas regiões.

O comandante do Africom confirmou que centenas de soldados de Operações Especiais vão ser retirados bem como tropas de apoio.

A retirada vai iniciar-se nos Camarões, disse o general.

Os Estados Unidos têm também uma presença militar no Corno de África com uma base no Djibouti, Camp Lemonnier, onde estão estacionadas tropas especiais e unidades da força aérea

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG