Links de Acesso

Estados Unidos reafirmam ajuda a Moçambique na luta contra a Malária


Apoio inclui a distribuição de redes mosquiteiras

O Governo dos Estados Unidos diz que vai continuar a apoiar os esforços de Moçambique para eliminar a malária, onde desde 2007 investiu mais de 416 milhões de dólares para o efeito.

Tal é expresso num comunicado de imprensa da embaixada americana em Maputo, por ocasião do Dia Mundial da Malaria, que é assinalado hoje, 25 de Abril.

"Juntos, os Estados Unidos e Moçambique lutam contra a malária há mais de 15 anos", disse o Embaixador dos E.U.A. em Moçambique Peter H. Vrooman.

Vroomnan diz ainda que "os investimentos que fazemos em conjunto com o objectivo de acabar com as mortes relacionadas à malária não só salvam vidas agora, como também ajudam a preparar a resposta a futuras ameaças para a saúde".

Através da Iniciativa do Presidente dos EUA contra a Malária (PMI), foi estabelecida uma uma parceria com o Governo de Moçambique para combater a esta doença mortal.

Tal assistência inclui medicamentos e tratamentos preventivos, formação de trabalhadores da saúde, pulverização residencial, redes mosquiteiras tratadas com insecticida, e monitoria.

Em 2021, o PMI disponibilizou 31 milhões de testes de diagnóstico rápido da malária e mais de 15 milhões de doses de medicamentos de acção rápida a unidades sanitárias e comunidades naquele país.

Saúde em Foco: “Comunidades angolanas abraçam a luta contra a malária,” Arciolanda Gravata
please wait

No media source currently available

0:00 0:59:59 0:00

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG