Links de Acesso

Estados Unidos entregam 125 toneladas de ajuda a Moçambique em duas semanas


Soldados americanos descarregam suprimentos na Beira

O Governo americano entregou nas últimas duas semanas às autoridades moçambicanas 125 toneladas de suprimentos de emergência para fazer frente ás consequências da passagem do ciclone Idai pelo região centro do país.

Em comunicado, a Embaixada americana em Maputo revelou que os militares americanos realizaram quinze missões, para transportar mercadorias e pessoal essenciais associados aos esforços de assistência.

"Para ajudar a prevenir a propagação de doenças transmitidas pela água, como a cólera, o Governo dos EUA está a trabalhar com as organizações não-governamentais internacionais World Vision e CARE para fornecer água potável e suprimentos de higiene para 150 mil pessoas, com mais suprimentos a caminho", acrescenta a nota.

Por outro lado, em comunicado emitido na Alemanha, o Comando Militar Norte-Americano para África (Africom) revelou ter participado na distribuição de ajuda humanitária e que está a desenvolver mecanismos que permitam uma entrega mais eficiente.

"O Comando Norte-Americano para África está a utilizar o conceito de sistema radial, em que grandes aeronaves militares e comerciais transportam ajuda para a plataforma em Maputo, e depois aeronaves militares mais pequenas transportam essa ajuda para raios onde os nossos parceiros possam então entregar os produtos para os necessitados", lê-se no comunicado, emitido pelo comando sediado em Estugarda, na Alemanha.

Além do transporte e distribuição de ajuda humanitária, a nota diz que os militares estão "a trabalhar activamente para abrir aeródromos e maximizar as rotas de transporte disponíveis".

O secretário americano de Defesa autorizou o comando a utilizar até 15 milhões de dólares em ajuda humanitária em situações de desastre.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG