Links de Acesso

Estados Unidos e Polónia reforçam cooperação no setor da defesa


Secretário de Estado, Mike Pompeo, (esq) e ministro polaco da Defesa, Mariusz Blaszczak, após a assinatura do acordo

Os governos dos Estados Unidos e da Polónia assinaram um Acordo Reforçado de Cooperação em Defesa (EDCA, nas siglas em inglês) neste sábado, 15, em Varsóvia.

O documento foi rubricado pelo secretário de Estado americano, Michael Pompeo, e o ministro polaco da Defesa, Mariusz Blaszczak, numa cerimónia em que esteve o Presidente Andrzej Duda.

“Os Estados Unidos valorizam o forte relacionamento bilateral com a Polónia. Esperamos a rápida ratificação da EDCA pela Polónia, o que nos permitirá implementar totalmente a cooperação de defesa aprimorada prevista pelos presidentes Trump e Duda ”, anunciou em comunicado o Departamento de Estado.

O documento complementa um Acordo sobre o Estatuto das Forças da NATO e também permite que as forças dos Estados Unidos tenham acesso a instalações militares adicionais na Polónia.

Cerca de 4.500 soldados americanos encontram-se na Polónia e aproximadamente mil devem chegar nos próximos tempos.

Em julho, o Pentágono anunciou que cerca de 12 mil militares atualmente na Alemanha seriam alocados noutros países, entre eles 5.600 na Europa, incluindo a Polónia.

A realocação das tropas americanas segue as orientações do Presidente Donald Trump de reduzir a presença das forças americanas na Alemanha, cujo Governo é criticado pelos Estados Unidos por não cumprir as suas responsabilidades financeiras com a NATO.

Por outro lado, segundo a porta-voz do Departamento de Edstado, Morgan Ortagus, Mike Pompeo encontrou-se também hoje com o primeiro-ministro polaco, Mateusz Morawiecki, em Varsóvia, onde deve homenagear o centenário da Batalha de Varsóvia.

Pompeo e Morawiecki discutiram um novo projeto de acordo bilateral para o desenvolvimento do programa de energia nuclear civil da Polónia.

Além da cooperação no setor da defesa, segundo Ortagus, Pompeo e Morawiecki discutiram o apoio ao povo da Bielorússia, medidas para a recuperação económico pós-pandemia COVID-19, proteção das redes de tecnologia 5G, energia e infraestruturas regionais através da Iniciativa Três Mares.

A Polónia é a última etapa da visita do secretário de Estado americano a quatro países da Europa Central e Oriental, tendo estado nesta semana na República Checa, Eslovénia e Áustria.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG