Links de Acesso

Estados Unidos e Coreia do Norte “enterram” o machado da guerra


Donald Trump e Kim Jong-un assinam documento que normaliza as relações e prepara desnuclearização da península coreana

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong Un, assinaram um acordo no qual concordam em trabalhar para a completa desnuclearização da península coreana, com Washington a garantir segurança a Pyongyang.

“O Presidente Trump comprometeu-se a fornecer garantias de segurança à RPDC e o Presidente Kim Jong-un reafirmou o seu firme e inabalável compromisso com a completa desnuclearização da península coreana”, lê-se no comunicado conjunto assinado no final da cimeira em Singapoura na terça-feira, 12, horário local.

O conteúdo do documento, com apenas quatro pontos, foi considerado "bastante completo" por Trump, que diz que os países estabeleceram uma ligação especial após a assinatura.

O Presidente americano afirmou que Kim aceitou o seu convite para visitar a Casa Branca e que ele pretende visitar Pyongyang "num determinado momento".

"Aprendi que ele é um homem muito talentoso que ama muito seu país. É um negociador de valor, que negoceia em benefício do seu povo", acrescentou Trump.

No documento, os dois países comprometem-se a estabelecer relações de acordo com o desejo dos seus povos pela paz e prosperidade; unir esforços para construir um regime de paz estável e duradouro na península coreana; Pyongyang, reafirmando a Declaração de Panmunjon, de 27 de Abril de 2018, compromete-se a trabalhar para a completa desnuclearização da península coreana; e se comprometem a recuperar os restos mortais de prisioneiros de guerra, incluindo a imediata repatriação daqueles já identificados.

O acordo, no entanto, não tem qualquer método de controlo da desnuclearização da Coreia do Norte nem um calendário.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG