Links de Acesso

Estados Unidos denunciam violência policial nas vésperas de referendo no Burundi


A 17 de Maio burundeses vão votar pela extensão ou não do mandato presidencial

O Departamento de Estado americano acusou a polícia do Burundi de recorrer à violência política antes do referendo sobre a extensão do mandato presidencial a realizar-se no próximo dia 17.

No comunicado, os Estados Unidos manifestam a sua preocupação de que o referendo possa colocar em causa as instituições democráticas.

O Departamento de Estado cita numerosos actos de violência contra opositores ao referendo e pede ao Governo do Burundi que respeite as suas obrigações internacionais, nomeadamente em relação aos direitos de reunião e de liberdade de expressão.

Na segunda-feira, um tribunal de Burundi condenou um responsável do partido no poder a três anos de prisão por defender que os opositores ao referendo devem ser lançados no lago.

Refira-se que quase 430 mil pessoas, incluindo políticos da oposição, fugiram do país depois que o Presidente Pierre Nkurunziza conseguiu um terceiro mandato.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG