Links de Acesso

Estados Unidos da América ajudam Moçambique a prevenir conflitos


Hospital destruído por terroristas, Quissanga, Cabo Delgado

Moçambique é país prioritário para a Estratégia dos Estados Unidos da América para Prevenir Conflitos e Promover a Estabilidade, anunciou, hoje, 1 de Abril, o Governo americano.

A província moçambicana de Cabo Delgado enfrenta, desde 2017, ataques de um grupo terrorista, que matou e deslocou milhares de pessoas, além de ter destruído infraestruturas públicas e privadas.

A referida estratégia, segundo a embaixada americana em Maputo, “delineia a cooperação com o Governo de Moçambique e a sociedade civil a níveis nacional e local para investir numa abordagem de longo prazo, liderada localmente para abordar as causas de conflito e reforçar os alicerces de estabilidade”.

A Encarregada de Negócios da Embaixada dos E.U.A., Abigail Dressel, disse que “Os Estados Unidos estão comprometidos a ajudar os nossos parceiros em Moçambique para prevenir a violência, promover a estabilidade, e construir resiliência”.

Ela acrescentou que “o respeito pelos direitos humanos e pelo estado de direito são primordiais para combater eficazmente o terrorismo, uma vez que a ausência de tais princípios possa alimentar ainda mais o extremismo violento”.

“Os Estados Unidos e Moçambique têm um interesse comum em alcançar a estabilidade em Cabo Delgado e províncias limítrofes”, lê-se na nota da embaixada, que sublinha que “além de assistência à segurança, são necessários investimentos de longa duração para assegurar uma paz sustentável”.

A Estratégia de 10 anos irá providenciar recursos adicionais para a promoção da estabilidade e fortalecimento da resiliência de comunidades moçambicanas afectadas pelo extremismo violento e terrorismo.

“A maior prioridade do Governo dos E.U.A. será o apoio aos parceiros locais, tanto governamentais como não-governamentais, que estão a desenvolver e a implementar soluções para os desafios mais prementes desta crise”, diz a embaixada.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG