Links de Acesso

Estado Islâmico reivindica ataque que matou quatro americanos na Síria


Porta-voz da coligação confirma ataque

Um ataque na cidade síria de Manbij nesta quarta-feira, 16, matou dois soldados e dois civis americanos, revelou o porta-voz da coligação liderada pelos Estados Unidos no Twitter.

"Membros do exército dos Estados Unidos foram mortos durante uma explosão enquanto realizava uma patrulha de rotina na Síria hoje. Ainda estamos a reunir informações e compartilharemos detalhes adicionais mais tarde", acrescentou o porta-voz.

Por seu lado, o porta-voz do conselho militar de Manbij, Shervan Darwish, também no Twitter, escreveu que "houve uma explosão na movimentada rua do mercado de Manbij, relatos iniciais de baixas".

A organização não governamental Observatório Sírio para os Direitos Humanos, com sede no Reino Unido, indicou que pelo menos oito pessoas morreram.

A agência Amaq, afiliada ao Estado Islâmico, informou que o ataque foi realizado por um homem-bomba com um colete explosivo e disse que o grupo islâmico reivindicou o atentado.

Em Washington, a secretária de imprensa da Casa Branca, Sarah Sanders, limitou-se a dizer que o Presidente Donald Trump foi informado da situação.

O ataque acontece menos de um mês depois que Trump ter anunciado a retirada de cerca de dois mil soldados americanos da Síria.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG