Links de Acesso

Estado da Virgínia remove estátua de Robert E. Lee 


Remoção da estátua de Robert E. Lee

Monumento havia sido erguido há 131 anos

Uma estátua alta de Robert E. Lee, o general que liderou as tropas confederadas durante a Guerra Civil dos Estados Unidos, na década de 1860, foi removida, na cidade de Richmond, capital da Virgínia, na manhã desta quarta-feira, 8.

A remoção da estátua de bronze de 12 toneladas e 6,4 metros de altura de Lee montando um cavalo ocorre pouco mais de um ano, após o governador da Virgínia, Ralph Norman, anunciar planos de derrubá-la face a protestos nacionais pela morte do afro-americano George Floyd, sob custódia da polícia em Minnesota.

A morte de Floyd gerou protestos pedindo justiça social e racial em todo o mundo.

Impacto global do julgamento do assassino de George Floyd
please wait

No media source currently available

0:00 0:03:16 0:00

Os planos do governador foram atrasados por um punhado de acções judiciais de residentes locais que se opunham à remoção da estátua. As acções foram indeferidas pelo Supremo Tribunal estadual, na semana passada.

A estátua foi erguida em 1890, em Richmond, que também serviu como capital dos Estados Confederados da América, uma coligação do sul que se separou dos Estados Unidos logo após a eleição de Abraham Lincoln como presidente.

Os 11 estados confederados se separaram dos EUA para preservar a prática de escravizar os negros.

Os críticos consideram a estátua de Lee e as de outras figuras da Confederação como símbolos de racismo e supremacia branca.

O pedestal de 12 metros de altura em que fica a estátua de Lee foi desfigurado na altura dos protestos do ano passado.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG