Links de Acesso

Equipa legal de Donald Trump vai decidir sobre entrevista com Robert Mueller


Donald Trump (esquerda), Robert Mueller (direita)

Giuliani disse à ABC que "já passamos por tudo sobre conluio e obstrução"

O advogado do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse, neste domingo, que a equipa legal está "próxima de determinar" se Donald Trump não será entrevistado pelo Conselheiro Especial Robert Mueller, que investiga a interferência russa na campanha presidencial de 2016.

Rudy Giuliani, ex-presidente da camara de Nova York e principal advogado de Trump, disse à ABC News e à CNN que os advogados de Trump querem provas dos investigadores de Mueller de que Trump se envolveu em transgressões antes de concordar em deixá-lo ser interrogado.

Trump sempre disse que está pronto para uma entrevista na investigação de 14 meses de Mueller, mas Giuliani disse à CNN que "gostaríamos de saber se existe alguma base factual para a investigação originalmente, porque não encontramos nenhuma.

Para Giuliani, os procuradores "não têm que provar um crime. Eles têm que nos dar uma base factual levando a alguma suspeita de um crime".

Giuliani disse à ABC que "já passamos por tudo sobre conluio e obstrução. Não podemos encontrar nada de incriminador, e precisamos de uma base para essa investigação".

Mueller investiga as ligações russas à campanha de Trump e se o presidente obstruiu a justiça demitindo James Comey, ex-diretor do FBI, que liderava a investigação da agência na Rússia antes de Mueller ser nomeado para assumir o cargo.

Não há indicação de quando a investigação de Mueller pode terminar e a sua equipa não respondeu publicamente aos frequentes ataques de Trump, alegando que ela é tendenciosa contra ele.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG