Links de Acesso

Consumo de drogas aumenta 30 por cento nos Estados Unidos


Anne Schuchat apresenta dados assustadores

Números referem-se a aumento das visitas a postos de emergência

O consumo de drogas nos Estados Unidos levou a um aumento de 30 por cento das visitas aos bancos de urgência de hospitais devido a overdose entre 2016 e 2017.

Os dados são de um relatório dos Centros para o Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) divulgado nesta terça-feira, 6, que aponta a heroína, fentanil e analgésicos como as drogas mais consumidos.

"Muito antes de recebermos os dados das certidões de óbito, os dados das emergências indicam aumentos alarmantes nas overdoses", disse a directora dos CDC, Anne Schuchat, para quem “esta rápida epidemia afecta tanto homens como mulheres, pessoas de todas as idades, não respeita fronteiras de Estados ou condados.

O relatório, que cobre o período entre Julho de 2016 e Setembro de 2017, indica que um total de 142.557 visitas a postos de emergências deveram-se a supostas overdoses.

Na comparação entre o terceiro trimestre de 2016 e o mesmo período de 2017, os pesquisadores registaram um aumento de 29 por cento nas visitas a urgências devido ao consumo de drogas.

O documento, entretanto, não analisou se as mortes que também terão aumentadoporque a análise dos dados de certidões de óbito demora mais.

Contudo, 63.632 pessoas morreram por overdoses de drogas em 2016 nos Estados Unidos, um aumento de 21,4 por cento em relação a 2015, revelou CDC.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG