Links de Acesso

Empresa estrangeira destrói propriedades de 70 famílias em Cabinda


Associação de Desenvolvimento para Cultura dos Direitos Humanos de Cabinda acusa autoridades de não oferecerem alternativas

Mais de 70 famílias na aldeia de Monconje, na província angola de Cabinda, viram as suas propriedades destruídas por uma empresa estrangeira que faz a exploração de inertes naquela zona.

Empresa mineira destroi propeidades agricolas em Cabinda - 1:37
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:37 0:00

A denuncia é da Associação de Desenvolvimento para Cultura dos Direitos Humanos de Cabinda (ADCDH), que acrescenta ainda a destruição de uma parte da Estrada Nacional 120.

Nem os rios foram poupados pelos trabalhos de extraçao da empresa, de acordo com a ADCDH.

“A exploração de pedras em Cabinda na minha aldeia de Monconje está a criar constrangimentos às famílias e a empresa estrangeira não se responsabiliza pelos danos causados”, acusa Alexandre Kuanga, coordenador da ADCDH.

A população da aldeia de Monconje em Cabinda vive essencialmente da agricultura e da caça.

Kuanga adianta que, para além das propriedades destruídas, os rios que abastecem a população de água “também não foram poupados”.

Aquele activista acrescenta que a Administração e o Governo terem colocado tanques de água no local “nunca houve água”.

O Governo de Cabinda não se pronunciou sobre a situação.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG