Links de Acesso

Emocionado, Messi diz que não estava preparado para deixar Barcelona


Lionel Messi chora no início da conferência de imprensa no Estádio Camp Nou em Barcelona, Espanha, 8 de Agosto, 2021.

Lutando para controlar suas emoções, Lionel Messi disse no domingo na sua despedida do Barcelona que não estava preparado para deixar o clube.

Messi começou a chorar antes mesmo de falar na sua cerimónia de despedida no Estádio Camp Nou.

"Isso é muito difícil para mim depois de tantos anos, depois de estar aqui toda a minha vida", disse ele. "Eu não estava preparado."

Messi chamou a sua saída inesperada do clube de "o momento mais difícil" da sua carreira.

A família de Messi e alguns de seus companheiros de equipa estiveram no Camp Nou para a despedida do jogador.

Messi evitou falar especificamente sobre o seu futuro, dizendo que recebeu ofertas de vários clubes após o anúncio de que deixaria o clube catalão.

O Barcelona anunciou na quinta-feira que não poderia manter o seu melhor jogador porque não foi capaz de fechar um novo contrato dentro dos regulamentos de fair-play financeiro da liga espanhola. O tecto salarial do clube foi significativamente reduzido por causa da sua enorme dívida.

O presidente Joan Laporta atribuiu as dificuldades do clube à pandemia do coronavírus e, particularmente, à direcção anterior liderada por Josep Bartomeu.

Messi pediu para sair no final da temporada 2019-20, mas teve o seu pedido negado por Bartomeu. A estrela da Argentina concordou em ficar e chegou a um acordo com o Barcelona sobre um novo contrato, mas o clube não conseguiu fazê-lo funcionar devido à sua terrível situação financeira.

Messi passou quase duas décadas no clube catalão depois de chegar da Argentina na adolescência para jogar nas categorias de base. Ele fez a sua estreia na equipa titular aos 17 anos em 2004, depois jogou 17 temporadas na equipa principal. Ele ajudou o clube a vencer a Liga dos Campeões quatro vezes, a liga espanhola dez vezes, a Copa del Rey sete vezes e a Supertaça Espanhola oito vezes.

Messi sai como o maior goleador de todos os tempos do Barcelona com 672 golos. Jogou 778 partidas pelo clube, também um recorde. Ele também é o avançado do campeonato espanhol com 474 golos em 520 partidas.

Ele liderou o campeonato espanhol em oito temporadas e foi o avançado da Liga dos Campeões seis vezes. Os seus 26 golos contra o Real Madrid são um recorde para as partidas "clássicas" contra o rival mais feroz do Barcelona.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG