Links de Acesso

Emissários da CEDEAO em Bissau procuram solução para a crise política

  • Redacção VOA
  • Lassana Casamá

José Mário Vaz e Domingos Simões Pereira na campanha eleitoral de 2014

Organização ameaça com sanções aos líderes guineenses

Horas após o término dado ao Presidente e líderes políticos guineenses para encontrarem uma solução para a crise política, após o pedido de demissão e consequente exoneração do primeiro-ministro Umaro Sissoco Embaló, uma delegação da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental(CEDEAO) chegou a Bissau.

Neste momento, os enviados da organização regional desdobram-se em contactos com os principais responsáveis para tentarem encontrar uma soluçãopara a crise política.

A CEDEAO anunciou anteriormente um prazo até ontem, 16, para que o PR e os signatários do Acordo de Conacri cheguem a um entendimento caso contrário vai começar a aplicar sanções aos dirigentes do país.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG