Links de Acesso

Embaló e Simões Pereira preparam-se para a segunda volta na Guiné-Bissau


Tudo aponta para nova eleição a 29 de Dezembro

Os candidatos presdenciais Umaro Sissoco Embaló, apoiado pelo MADEM-G15, e Domingos Simões Pereira, do PAIGC, apontam para uma segunda volta da eleição presidencial na Guiné-Bissau, a acontecer a 29 de Dezembro.

O Gabinete de Coordenação Política e Planificação Estratégica da Directoria Nacional de campanha eleitoral de Umaro Sissoco Embaló indicou num comunicado, citado pelo jornal O Democrata na segunda-feira, 25, que nenhum candidato conseguiu os 50 por cento dos votos mais um na votação de domingo.

Umaro Sissoco Embalo
Umaro Sissoco Embalo

Desta forma, a candidatura de Sissoco Embaló assume a realização da segunda volta, mas não indicou a proposta por ele feita durante a campanha eleitoral para um pacto entre candidatos na votação de 29 de Dezembro de forma a derrotar, como defendeu, Domingos Simões Pereira.

Domingos Simões Pereira
Domingos Simões Pereira

Por seu turno, o PAIGC, que suporta a candidatura de Simões Pereira, deu um passo na mesma posição ao enviar uma carta à direcção da APU-PDGB, partido liderado por Nuno Gomes Nabian, também candidato, em que diz que “o PAIGC e o seu candidato gostariam de contar com o apoio da vossa formação política durante a campanha eleitoral”.

Não houve até agora qualquer reacção de Gomes Nabiam nem dos demais candidatos.

A Comissão Nacional de Eleições, através da sua porta-voz, Felisberta Vaz Moura, prometeu apresentar os resultados provisórios na quarta-feira ou quinta-feira.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG