Links de Acesso

Embaixadora americana na ONU cancela viagem à Libéria devido à crise ucraniana


Linda Thomas-Greenfield (Foto de arquivo)

A embaixadora dos Estados Unidos nas Nações Unidas Linda Thomas-Greenfield cancelou uma visita à Libéria prevista para esta semana devido à crise na fronteira entre a Ucrânia e Rússia.

“A embaixadora Thomas-Greenfield vai permanecer em Nova Yorque para se envolver em diplomacia relacionada com a escalada da concentração militar russa nas fronteira da Ucrânia”, disse um porta-voz da missão americana na ONU.

O Conselho de Segurança da ONU deverá reunir-se quinta-feira para uma reunião regular sobre os acordos de Minsk, apoiados por este orgão da ONU que têm como objectivo resolver a questão dos separatistas apoiados pela Rússia que controlam várias zonas do leste do país.

Diplomatas esperam contudo que os países ocidentais aproveitem a ocasião para expressar preocupações sobe a escalada militar na fronteira da Ucrânia com a Rússia.

Esta situação deverá também ser tópico de discussão quando representantes dos paíes membros do Conselho de Segurança se reunirem com o Secretário-Geral da ONU António Guterres no seu almoço mensal segunda-feira.

O porta-voz da missão dos Estados Unidos na ONU disse que “a agressão da Rússia à Ucrânia é uma ameaça à paz e segurança globais e a todos os membros da ONU”

A embaixadora Thomas-Greenfield deveria deslocar-se hoje à Libéria nas celebrações que assinalam o segundo centenário da chegada dos primeiros escravos libertados nos Estados Unidos e que escolheram mudar-se para África.

Dana Banks do Conselho Nacional de Segurança vai agora chefiar a delegação americana

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG