Links de Acesso

Embaixador da Rússia nos EUA de volta a Moscovo após comentários de Biden sobre Putin


Anatoly Antonov, embaixador da Rússia

O presidente Joe Biden disse acreditar que o seu homólogo russo, Vladimir Putin, era um assassino.

O embaixador da Rússia nos Estados Unidos voltou a Moscovo, neste domingo, 21, para consultas de emergência, numa altura de tensões crescentes com Washington, após o presidente Joe Biden ter afirmado que acreditava que o seu homólogo russo, Vladimir Putin, era um assassino.

O comentário de Biden, em entrevista à televisão, no início da semana, fez Vladimir Putin desejar-lhe "boa saúde" e afirmar que as pessoas tendem a se referir aos outros como realmente se veem.

A referida entrevista surgiu na após um relatório do Governo americano ter revelado que Putin deu instruções para prejudicar Joe Biden na sua candidatura à Casa Branca e tentou interferir no processo eleitoral, mas nenhuma infraestrutura terá sido atingida.

Kremlin imediatamente negou as conclusões do relatório, dizendo que eram "absolutamente infundadas".

O embaixador Anatoly Antonov desembarcou no aeroporto de Sheremetyevo, em Moscovo, no início deste 21 de março, reportaram agências de notícias russas.

Na hora de partida, em Nova York, Antonov disse que ficaria em Moscovo "o tempo necessário" e que várias reuniões estavam marcadas.

"O lado russo sempre enfatizou o interesse no desenvolvimento das relações russo-americanas na mesma medida que os nossos colegas americanos", disse ele à TASS.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG