Links de Acesso

Coronavírus: Em 24 horas Moçambique regista 268 casos


Mercado de Nampula, Moçambique
Mercado de Nampula, Moçambique

Moçambique continua a ser o país africano de língua portuguesa com mais casos acumulados da covid-19, com um total de 8.556 até esta terça-feira, 29.

O Ministério da Saúde informou ter registado mais 268 casos nas últimas 24 horas, mas o número de mortos mantêm-se em 59.

Das novas infeções, 199 aconteceram na capital, Maputo, enquanto as demais foram notificadas nas províncias da Zambézia e Maputo.

Angola, por seu lado, lidera em termos de mortes entre os lusófonos no continente africano, com mais duas vítimas fatais registadas ontem, aumentando o total para 176.

Houve 79 novos casos e, no total, já se registaram 4.797 infeções.

O país, segundo o Ministério da Saúde, tem 1.813 casos recuperados, 13 doentes em estado crítico e 15 em estado grave.

Cabo Verde segue Moçambique no número de casos, com 5.771 até ontem, quando registou mais duas mortes e 46 infeções.

A Guiné-Bissau, que apenas atualiza dados às segunda-feiras, tinha até ontem 2.362, dos quais 39 terminaram em mortes, enquanto São Tomé e Príncipe, sem casos revelados desde o dia 25, registou até agora 15 mortos, entre 911 casos.

Entretanto, os guineenes podem agora marcar testes do novo coronavírus e consultar os resultados através da página oficial do Alto Comissariado para a Covid-19 (gbsive.hispmoz.org) apresentada ontem.

Ao contrário do que tem acontecido até agora, a página vai apresentar os dados diários da doença no país, que terá um novo centro de testes ainda nesta semana, em Bissau.

Em Cabo Verde, as autoridades anunciaram que vão reduzir o tempo de espera dos resultados dos testes PCR que, até agora, é de 72 duas horas.

XS
SM
MD
LG