Links de Acesso

Eleições 2020: Joe Biden formalmente candidato democrata diz "liderança importa"


Joe Biden no momento da aceitação da nomeação

O antigo vice-presidente Joe Biden foi confirmado nesta terça-feira, 18, pela Convenção Nacional do Partido Democrata candidato à eleição presidencial de 3 de novembro.

Nesta segunda noite, a mensagem central foi liderança do país e o futuro do partido, com a participação de 17 membros em ascensão, como a ex-candidata a governadora da Geórgia, Stacey Abrams, que chegou a ser cogitada por Biden para ser vice, Jonathan Nez, presidente da Nação Navajo, e Robert Garcia, que nasceu no Peru e foi o primeiro presidente de câmara assumidamente homossexual da cidade de Long Beach, na Califórnia, entre outros.

"Há uma pessoa que cuida de nós - todos nós", disseram, juntos, ao final da mensagem. "E ele é Joe Biden".

A longa lista de intervenientes que desfilaram na convenção centraram o seu discurso na liderança do país.

Entre eles, a filha do antigo Presidente John Kennedy, a antiga embaixadora Caroline Kennedy, e neto de Kennedy, Jack Schlossberg, e o antigo Presidente Jimmy Carter e esposa Rosalyn.

Bill Clinton e o caso no Salão Oval

Um dos principais preletores, foi Bill Clinton que procurou mostrar a diferença entre Donald Trump e Joe Biden.

Bill Clinton fala à convenção
Bill Clinton fala à convenção

“Donald Trump diz que estamos a liderar o mundo. Bem, somos a única grande economia industrial a ter a taxa de desemprego triplicada. Num momento como este, o Salão Oval deveria ser um centro de comando, em vez disso, é um centro de tempestade. Existe apenas caos. Só uma coisa nunca muda - sua determinação em negar responsabilidade e transferir a culpa. Ele nunca assume”, afirmou Clinton, que destacou que os democratas estão unidos “para oferecer uma escolha muito diferente: um presidente que vai trabalhar”.

“Alguém com pé no chão, que faz o trabalho. Um homem com uma missão: assumir responsabilidades, não transferir a culpa; concentrar, não distrair; unir, não dividir. Nossa escolha é Joe Biden”, acrescentou o antigo Presidente.

Republicanos apoiam Biden

Outros nomes importantes do Partido Democrata, como o antigo secretário de Estado, John Kerry, dirigiram-se aos telespectadores e internautas com críticas duras contra Trump e em apoio a Biden.

Tal como no primeiro dia, nomes importantes do Partido Republicano manifestaram o seu apoio a Joe Biden.

Colin Powell
Colin Powell

O antigo secretário de Estado da Administração de George W. Bush e militar de carreira, Colin Powell, manifestou o seu apoio ao candidato democrata dizendo ser preciso "restaurar valores à Casa Branca".

Um vídeo da viúva do antigo candidato presidencial e senador republicano, John McCain, Cindy McCain, sobre a amizade dele com o candidato democrata Joe Biden, foi também um dos pontos marcantes da transmissão virtual

Outra presença inesperada foi a de Sally Yates, antiga procuradora-geral interina, demitida pelo Presidente Trump quando recusou aceitar o decreto presidencial que impedia a entrada de cidadãos de alguns países muçulmanos.

Imagem de arquivo de Sally Yates
Imagem de arquivo de Sally Yates

“Desde o momento em que o Presidente Trump assumiu o cargo, ele usou sua posição para beneficiar a si mesmo e não ao nosso país”, disse Yates, acrescentando que agora “tentam sabotar nosso serviço postal para impedir que as pessoas votem, mas o nosso país não pertence a ele, pertence a todos nós”.

O sistema de saúde e a promessa de Biden que reformar o setor com cobertura para todos ocupou boa parte das duas horas da transmissão.

Com o tema principal “liderança importa”, Joe Biden discutiu virtualmente com eleitores as suas propostas de saúde pública.

A noite terminou com um video sobre a esposa do candidato, Jill Biden, cuja intervenção foi feita a partir de uma escola.

Com destaque na educação, ela ressaltou o caráter e a personalidade de Joe Biden, cuja força vem da “sua fé em Deus e nas pessoas” e que sempre esteve e estará do lado dos americanos.

O discurso de aceitação de Joe Biden será na quinta-feira, 20, enquanto amanhã discursará a candidata a vice-presidente, Kamala Harris.

Eleições Americanas: Kamala Harris traz diversidade sem precedentes, dizem analistas
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:49 0:00

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG