Links de Acesso

Donald Trump responsabiliza Irão pela tentativa de invasão da embaixada americana em Badgade


Presidente americano promete responder

O Presidente americano, Donald Trump, responsabilizou o Irão por “orquestrar” um ataque à embaixada dos Estados Unidos em Bagdade, nesta terça-feira, 31, e autoridades em Washington disseram que mais fuzileiros navais devem ser enviados para o país.

“O Irão matou um funcionário americano, feriu muitos. Nós respondemos fortemente, e sempre o faremos. Agora o Irão está a orquestrar um ataque à embaixada dos EUA no Iraque. Eles serão totalmente responsabilizados. Além disso, esperamos que o Iraque use as suas forças para proteger a Embaixada”, escreveu Trump no Twitter.

Embaixada americana atacada em Bagdade no Iraque
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:27 0:00

“Para aquelas milhões de pessoas no Iraque que querem liberdade e que não querem ser dominados e controlados pelo Irão, este é o o momento delas!”, acrescentou o Presidente noutro comentário no Twitter.

Um funcionário americano revelou, sob anonimato, que devem ser enviados nos próximos dias dezenas de fuzileiros navais para o Iraque..

De manhã, milhares de iraquianos marcharam no centro da capital do país para protestar contra os ataques contra o grupo Kataib Hezbollah, pertencente às Forças de Mobilização Popular Xiita apoiadas pelo Irão no Iraque.

De seguida, centenas deles dirigiram-se à embaixada americana e tentaram entrar no recinto, mas foram repelidos com gás lacrimogéneo.

O Departamento de Estado informou em nota que que o secretário de Estado Mike Pompeo conversou por telefone com o primeiro-ministro iraquiano Adel Abdul Mahdi e o Presidente Barham Salih, a quem reiterou que os Estados Unidos protegerão e defenderão o seu pessoal que está a apoiar um Iraque soberano e independente.

O primeiro-ministro garantiu ao governante americano que tudo fará para proteger a embaixada e os soldados americanos.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG