Links de Acesso

Doenças preveníveis matam 320 crianças por dia em Moçambique


Crianças à procura de água em Moatize

Entre as doenças estão a malária, infecções respiratórias e diarreia

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) em Moçambique diz que 320 crianças morrem diariamente no país de causas que podem ser prevenidas, como a malária, infecções respiratórias e diarreia.

Aquela agência adverte também para o aumento rápido de doenças relacionadas com a SIDA, o que é influenciado pelo facto de as mulheres constituírem 58 por cento dos que vivem com o HIV, das quais apenas cerca de sete por cento tem acesso ao tratamento que impede a transmissão do vírus para os bebés.

Contudo, reporta o Canal de Moçambique num artigo alusivo ao 1 de Junho, os dados do Unicef sugerem que as crianças moçambicanas têm mais probabilidade de viver para além do seu quinto aniversário do que há 20 anos.

Na educação, continuam deficiências, mas as crianças têm agora mais oportunidade para aprender do que antes, com 83% das crianças matriculadas no ensino primário, contra 32 por cento em 1992.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG