Links de Acesso

Disputa de terras entre polícia e aldeões no Uíge termina com três feridos


Polícia angolana

Três pessoas foram feridas quando a policia disparou sobre um grupo de pessoas envolvidas numa disputa de terras na aldeia Cazanga, no município de Negaje, na província angolana do Uíge.

Em causa estava uma parte de aproximadamente três hectares de terras que tem servido de campo agrícola da população de Cazanga.

Os moradores acusaram o regedor e o soba de terem vendido à administração municipal de Negaje o terreno para servir de cemitério municipal.

O porta-voz da polícia Xavier Matondo disse que, sentindo-se ameaçado, o regedor tinha chamado as forças policiais que ao chegarem ao local foram agredidos com “objetos contundentes, entre catanas, paus e pedras”.

“Em resposta, a policia fez disparos que não causaram nenhuma vitima mortal apenas três feridos ligeiros”, acrescentou o porta-voz da policia no Uíge.

Aldeões disseram à VOA a que os confrontos começaram quando a polícia foi prender um dos aldeões.

"A policia tinha entrado na aldeia de madrugada e tentado prender “o senhor Piti", disse Alberto Gabib.

A versão foi confirmada por outros moradores

A VOA foi ao encontro da população de Cazanga de Negaje que contaram uma versão completamente

Já o deputado do círculo provincial da Assembleia na Nacional no Uíge Félix Simão Lucas disse que o confronto foi“uma imprudência” e o resultado da “falta de negociação entre a população e administração Municipal de Negaje”.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG