Links de Acesso

Dirigente da FNLA alerta para abandono de municípios devido ao gradualismo


Secretário provincial em Kwanza Norte diz que cidadãos vão abandonar municípios que ficarem de fora

O gradualismo geográfico, modelo defendido pelo Governo angolano para a instalação das autarquias, vai aumentar as assimetrias regiões no país, disse o secretário provincial da FNLA na província do Kwanza Norte.

Fernando Caculo Manuel vai encabeçar a comissão de 22 delegados da região que vai participar no segundo congresso extraordinário a acontecer neste mês na província do Huambo.

“A Constituição da República define que as eleições autárquicas devem ter o gradualismo funcional e o Governo está a pensar no gradualismo geográfico, uma vez que o geográfico vai aumentar as assimetrias”, sustentou Manuel.

O político admitiu que “quando partirmos para as autarquias geográficas, certamente um dia haverá municípios a ficar sem população porque vão se ajuntar aos municípios que tiverem as condições propícias e humanas”.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG