Links de Acesso

Diplomacia Trump-Kim, uma possível nova cimeira?


Trump and Kim

O presidente dos EUA, Donald Trump, afima-se aberto a outra cimeira com o líder norte-coreano Kim Jong Un, apesar de Pyongyang sinalizar que não está interessado em retomar as negociações nucleares paralisadas.

Trump fez os comentários na terça-feira em uma entrevista a Van Susteren à Grey Television. "Eu entendo que eles querem encontrar-se e certamente faríamos isso", disse Trump, acrescentando: "Eu faria isso se achasse que seria útil". Quando a jornalista, também colaboradora da VOA, perguntou se Trump achava que tal reunião seria útil, o presidente respondeu: "Provavelmente. Eu tenho um relacionamento muito bom com ele, e provavelmente seria".

Por duas vezes na semana passada aCoréia do Norte disse não estar interessada em mais negociações com os EUA, insistindo que outra cimeira só beneficiaria a situação política doméstica de Trump.

"Falando explicitamente mais uma vez, não temos a intenção de ficar cara a cara com os EUA", escrevia Kwon Jong Gun, funcionário do Ministério das Relações Exteriores da Coréia do Norte, em artigo publicado na terça-feira pela Agência Central de Notícias da Coréia (KCNA).

No sábado, o diplomata norte-coreano Choe Son Hui disse que "não sentimos necessidade de ficar cara a cara com os EUA, pois não consideramos o diálogo (...) como nada mais do que uma ferramenta para lidar com a sua crise política".

No início deste mês, o presidente sul-coreano Moon Jae-in disse que gostaria de ver Trump e Kim realizar outra reunião antes das eleições presidenciais dos EUA em novembro.

A questão deve surgir esta semana durante reuniões entre autoridades sul-coreanas e o vice-secretário de Estado dos EUA, Steve Biegun, o principal negociador dos EUA na Coréia do Norte, que está vde visita a Seul.

Biegun disse no mês passado ser improvável uma cimeira pessoal antes da eleição, em parte por causa de preocupações com o coronavírus.

Alguns analistas questionaram se Trump tem outras prioridades; Faltando apenas quatro meses para a eleição, Trump atrás de Joe Biden candidato democrata nas sondagens,.

A Coreia do Norte não é vista como uma questão importante nas eleições nos EUA. No entanto, se Trump pudesse reviver as negociações da Coréia do Norte, poderia ajudar a destacar o que em tempos as autoridades da Casa Branca tinham anunciado como uma vitoria para Donald Trump em termos de política externa.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG