Links de Acesso

Detido em Joanesburgo, Manuel Chang vai amanhã a tribunal


Manuel Chang, deputado e antigo ministro das Finanças, Moçambique

Chang era ministro das Finanças no governo de Armando Guebuza, que contraiu uma dívida ilegal na ordem de dois mil milhões de dólares.

Manuel Chang, deputado e antigo ministro das Finanças de Moçambique, será ouvido amanhã num tribunal de Joanesburgo, após ter sido detido, ontem, no Aeroporto Internacional OR Tambo.

A Televisão de Moçambique (TVM) reporta que a detenção de Chang pode estar relacionada com branqueamento de capitais, segundo a indicação de um mandado de captura internacional executado pelas autoridades sul-africanas.

Outra publicação de Maputo – Carta de Moçambique – apurou que a detenção de Chang “não tem nada a ver com o processo da dívida oculta”.

Chang era ministro das Finanças no governo de Armando Guebuza, que contraiu uma dívida ilegal na ordem de dois mil milhões de dólares, acabando por colocar Moçambique numa profunda crise financeira.

Segundo a mesma publicação, Chang será extraditado para os Estados Unidos da América, onde pode ser condenado a mais de 30 anos por crimes financeiros.

Uma fonte da Procuradoria Geral da República de Moçambique, que confirmou a detenção de Chang, disse que já está na África do Sul uma equipa para se inteirar do caso.

Chang escalava Joanesburgo a caminho de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos e usava um passaporte diplomático.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG