Links de Acesso

Desnutrição afecta cerca de metade de crianças moçambicanas


Crianças moçambicanas.

Em Moçambique, 43% de crianças entre os 0 e os 5 anos sofre de desnutrição crónica moderada, 20% de desnutrição crónica grave e 8% de desnutrição aguda, revela o Inquérito Demográfico de Saúde (IDS).

O ministro da Agricultura, Higino de Marule, reconhece a gravidade da situação, e diz que "o estudo sobre a fome zero realizado em 2015 mostrou que o país perde 10,9% do Produto Interno Bruto anual, cerca de 1.6 bilhões de dólares, isto apenas devido à desnutrição crónica”.

“Esta redução do PIB tem efeitos nefastos tanto para a saúde, como para a educação e para a produtividade normal de qualquer trabalhador", disse Marule.

Mas Lígia Muthemba, da organização Scaling-Up Nutrition, diz que o combate à desnutrição é dificultado pela falta de clareza nas políticas traçadas pelo governo.

"Tem que se alocar mais recursos para uma boa nutrição,” diz Muthemba.

E o economista João Mosca argumenta que só com um maior investimento nos pequenos agricultores é que se poderá reduzir a malnutrição no país.

Acompanhe:

Desnutrição afecta cerca de metade de crianças moçambicanas
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:01 0:00

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG